You are currently viewing Qual é o termo correto: Logo, logotipo ou marca?
Logo, logotipo ou marca?

Qual é o termo correto: Logo, logotipo ou marca?

Existe muita dúvida quanto ao termo correto quando nos referimos ao símbolo, ou letras, que representam uma empresa.

Pensando nisso eu resolvi fazer alguns comentários sobre uma logo e alguns significados destas palavras para ajudar você a decidir qual termo usar e o que significam. Logotipo, logomarca, logo ou apenas marca? Entenda o que significam e apaixone-se pela imagem da sua empresa.

Vamos direto ao assunto: 

Para começar não existe um termo que possamos considerar errado do ponto de vista leigo, mesmo um professor de design deve entender que quando um empresário, um profissional liberal ou qualquer outra pessoa se refere à representação gráfica de uma empresa todas as palavras acima representam a mesma coisa.

Porém, no âmbito profissional e acadêmico é necessário usar os termos com os seus respectivos significados. Vamos ver a seguir como se aplicam a cada palavra.

Abaixo estão 5 motivos para você entender e amar a sua marca: 

Significados encontrados em dicionários online

1 Logotipo

Substantivo masculino

  1. Gráfica. Grupo de letras reunidas numa só peça, empregadas em tipografia, com o objetivo de acelerar o trabalho de composição manual (Este recurso tipográfico foi inventado no Século XVIII em substituição aos caracteres móveis individuais e, posteriormente, aplicou-se de preferência à composição de siglas e marcas comerciais ou de fabricação, de traçado característico facilmente reconhecível). 
  2. Publicidade. Símbolo que serve à identificação de uma empresa, instituição, produto, marca etc., e que consiste geralmente na estilização de uma letra ou na combinação de grupo de letras com design característico, fixo e peculiar. 

2 Logomarca

Substantivo feminino
PUBLICIDADE

  1. Conjunto formado pela representação gráfica do nome de determinada marca, em letras de traçado específico, fixo e característico (logotipo) e seu símbolo visual (figurativo ou emblemático).
  2. p.ext. Representação visual de qualquer marca. 

NO DESIGN

Tecnicamente o termo ‘logomarca’ é errôneo, uma vez que logo e marca têm o mesmo significado, ou seja, fica redundante falar logomarca porque seria o mesmo que dizer ‘logologo’, ou ‘marcamarca’. Evite esta expressão.

3 Logo

Um logotipo, logótipo ou simplesmente logo é um conjunto formado por duas ou mais letras fundidas em um só tipo, compondo uma sigla. Essa peça de design identifica ou representa uma entidade (marca de produto ou serviço).

Logos (em grego = palavra), no grego, significava inicialmente a palavra escrita ou falada – o Verbo. Mas a partir de filósofos gregos como Heráclito passou a ter um significado mais amplo. Logos passa a ser um conceito filosófico traduzido como razão, tanto como a capacidade de racionalização individual ou como um princípio cósmico da Ordem e da Beleza.

4 Marca

É o conjunto das coisas da empresa que são percebidas no mundo, seja pelos clientes, colaboradores, fornecedores, concorrentes ou público em geral. Bem, uma logo ou logotipo, embora represente uma empresa através de um símbolo, ela é apenas uma parte de um todo conhecido como ‘marca’. Marca é o processo pelo qual uma empresa se relaciona e a maneira como se apresenta no mundo dos negócios, ou seja, toda a sua imagem perante o mercado e isso inclui a logo mas não somente ela. Todas as peças que compõem a identidade visual, o escritório ou loja onde funciona, localização, estrutura, as peças publicitárias, a linguagem usada nas redes sociais, a postura dos colaboradores, gerentes e diretores são alguns itens que fazem parte da ‘marca’ de uma empresa.

Então a marca se confunde com a personalidade da empresa.

É como se ela se vestisse, falasse, tivesse uma maneira de andar e uma postura que fosse especial dela, e de fato tem, só que não percebível. Ao invés de se ter uma logo ‘ultramegaplus’ com efeitos de todos os tipos, o ideal é ter simplicidade na imagem para que possa ser melhor assimilada e também por uma questão de aplicação como por exemplo o bordado que é muito comum nos dias de hoje, se é possível reduzi-la com legibilidade como em canetas ou outras peças pequenas, inclusive se pode ser aplicada em apenas uma cor. Quando a logo é simples mas a imagem da empresa (marca) é forte, torna-se mais fácil assimilar o símbolo que a representa e desta forma a comunicação pode ser mais precisa.

Para não complicar vou dar uns exemplos:

Exemplos Internacionais:

 
Se pararmos para pensar bem, este símbolo não representa extraordinariamente a maior empresa de tênis do mundo, porém a marca que foi construída é outra coisa. 

Isto não é um anúncio de tênis, mas é da empresa Nike que é de tênis. Ele está mais ligado a marca da empresa do que ao produto propriamente dito. 

Percebe a diferença?

Anúncios feitos para encantar pessoas e não para vender produtos ou apenas promover a empresa. Aqui se está trabalhando a ‘marca’.

Outra empresa com a marca forte e o propósito parecido:   

Esta marca também não parece representar a maior marca de câmeras profissionais do mundo, pelo menos não sozinha. 

Quando associada à imagem da marca veja só o que acontece. 

O produto não é o mais importante, mas sim os benefícios e sonhos que ele pode realizar. Trata-se da marca da empresa e não da logo. A logo é muito importante mas ela precisa está ligada ao modo de ser da empresa, a marca.

Portanto, antes de pensar em uma logo super complexa para se diferenciar no mercado é melhor optar por pensar na marca, dessa forma a logo estará em sintonia com todo o universo da empresa.

Exemplos Locais:

Para não ficar só nas multinacionais vou dar um exemplo mais próximo que é a logo dos advogados aqui de Manaus, o Escritório Jurídico AS Advogados Associados: 

Esta logo isolada pode não ter tanto impacto ou representar um grande escritório jurídico, porém, quando a vemos em sua identidade visual veja o que acontece:

Isso para mostrar apenas algumas peças da identidade visual. Veja que a logo sozinha tinha um impacto e quando associada a cada peça tomou outra proporção visual. 

Então, deu para ter uma ideia do que é logo e o que é marca?

É claro que neste resumo não estão todos os pontos necessários que compõem uma marca, mas isto é só para você ter uma referência de um todo para a sua empresa.

Mais espera um pouco, não eram 5 motivos, onde está o outro?

Fiz isto de propósito para que você sempre se lembre deste motivo para a sua marca. É ele quem vai te lançar para o alto no mundo dos negócios.

5 Diferenciação:

Porque diferenciação? Ela é o elemento principal para se tornar uma autoridade e não cair no lugar comum.

Todas as pizzas são iguais praticamente, com seus ingredientes e massas variando um pouco entre uma pizzaria e outra. Mas quando ela é entregue quentinha e em apenas 20 minutos, e se não chegar assim eu não pago por ela e ainda fico com a pizza de graça, a coisa fica diferente, não é?

Também podemos dizer que a maioria dos celulares se parecem bastante, com recursos e tecnologias parecidos, porém, quando falamos em iPhone temos uma sensação diferente devido a toda experiência que tivemos com esta marca ou, pelo menos, já ouvimos falar da empresa a qual este produto pertence.

Seja pelo seu fundador Steve Jobs ou pelas lendárias histórias da empresa Apple, nós associamos o Smartphone deles a algo superior. 

Este é um bom caminho para seguirmos no sentido da diferenciação da nossa empresa, produtos e serviços.

E você, já tem a logo do seu negócio? 

Se já tem uma logo, está trabalhando na imagem da sua marca?

Somos uma agência especializada no assunto. Se precisar de uma imagem profissional entre em contato com a gente, adoramos conversar.

Fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Logotipo
http://bit.ly/2qygzZL
http://www.nike.com.br/
https://pt.gopro.com/


Se gostou deste artigo, deixe o seu comentário abaixo.

Paulo Lino

Bacharel em Filosofia, pós-graduado em Publicidade, Designer, Artista Plástico e professor de Artes.

Deixe um comentário